top of page

Qual colocar: Facetas ou Lentes de Contato Dentais?

Está em dúvida qual é a melhor, a mais barata e a que mais dura?

Quem não sonha com um sorriso deslumbrante, digno de cinema? Muitas vezes, porém, a rotina de escovação e fio dental pode não ser suficiente para alcançar o sorriso desejado. A boa notícia é que existem opções estéticas disponíveis, como as facetas e as lentes de contato dentais, que podem te ajudar a conquistar esse objetivo. Vamos analisar mais a fundo esses dois tratamentos e entender suas diferenças:


  • Entendendo Facetas e Lentes de Contato Dentais

  • Indicações para cada Tratamento

  • Composição dos Materiais

  • Expectativa de Durabilidade

  • Procedimento de Colocação

  • Investimento

  • Cuidados Necessários

Entendendo Facetas e Lentes de Contato Dentais


Facetas e lentes de contato dentais são procedimentos estéticos semelhantes, ambos envolvem o revestimento da superfície visível dos dentes com uma camada fina de porcelana ou resina. A principal distinção reside nos seguintes aspectos:


Indicações para cada Tratamento


As lentes de contato dentais são uma alternativa menos invasiva para correções discretas, como manchas superficiais, fraturas menores ou espaços entre os dentes. Por serem mais finas que as facetas, elas exigem menos desgaste do dente natural para sua aplicação.


No entanto, as lentes de contato dentais não são indicadas para todos os casos, como:


  • bruxismo não controlado;

  • dentes com coloração muito escura ou manchados;

  • predisposição à formação de cáries.

Em contraste, as facetas são recomendadas principalmente para casos onde é necessária uma transformação mais expressiva na forma, cor ou tamanho dos dentes. Devido à sua maior espessura, as facetas são capazes de corrigir imperfeições mais marcantes, como dentes desalinhados, desproporcionais ou com desgaste acentuado.


Material Utilizado


Tanto para as facetas quanto para as lentes de contato dentais, a porcelana ou a resina composta são os materiais preferidos. A porcelana tem uma resistência superior e proporciona um aspecto mais natural, mimetizando a translucidez dos dentes naturais.


A resina, por outro lado, é uma alternativa mais acessível e de fácil manuseio, com um aspecto semelhante ao do dente, mas menos resistente que a porcelana. Normalmente, é indicada para casos temporários ou para aqueles pacientes que desejam ter uma prévia do resultado antes de optarem pela porcelana.


Expectativa de Longevidade


Um ponto de destaque é a durabilidade desses materiais, já que, apesar de serem laminados extremamente finos, eles são surpreendentemente resistentes. As facetas têm de 0,9 a 2 milímetros de espessura, enquanto as lentes variam de 0,1 a 0,7 milímetros. Ambas podem durar de 10 a 15 anos, dependendo do cuidado do paciente.


As peças de porcelana são projetadas para resistir à mesma força mastigatória do esmalte natural, logo, não se desgastam nem sofrem danos com facilidade. Contudo, apesar de robustas, não são inquebráveis e podem ser danificadas por agressões mecânicas.


No final, a longevidade desses materiais está diretamente ligada à manutenção realizada pelo paciente, como discutiremos em breve.


Procedimento de Aplicação


Outro aspecto que diferencia as facetas e lentes de contato dentais é o procedimento de aplicação. Em ambos os casos, pode ser necessário um desgaste parcial dos dentes, respeitando um limite para não prejudicar a estrutura dentária.


As exceções são os casos em que os dentes já são naturalmente menores e/ou apresentam espaçamentos, onde o desgaste pode não ser necessário.


No caso das facetas, o preparo tende a ser mais abrangente, possivelmente requerendo anestesia local. Para as lentes de contato dentais, o processo é mais leve e geralmente não exige anestesia. Após o preparo, o material é aderido aos dentes com uma resina especial, ativada por luz.


Em linhas gerais, o antes e o depois de ambos os procedimentos são similares. Ambas as técnicas são capazes de fornecer como resultado um equilíbrio entre estética e função do sorriso, proporcionando dentes mais brancos e melhorando a autoestima e confiança do paciente.


É fundamental que, antes de se submeter a qualquer um dos procedimentos, o paciente esteja com a saúde bucal em dia e entenda que são tratamentos definitivos e, portanto, irreversíveis.


Custo dos Tratamentos


O custo das facetas e lentes de contato dentais pode variar conforme diversos fatores, como a quantidade de dentes a serem tratados, o material escolhido e a experiência do profissional dentista.


Além disso, outros elementos também podem influenciar no custo final de cada procedimento, como:


  • etapas de fabricação: lentes de contato em resina, por exemplo, são produzidas diretamente no consultório, o que reduz os custos;

  • quantidade de consultas necessárias, dependendo do material: lentes de contato de porcelana exigem diversas consultas, enquanto a colocação de lentes de resina requer apenas uma ou duas consultas;

  • condição bucal: o dentista pode identificar necessidades estruturais específicas que tornam o procedimento mais complexo.

Um ponto interessante sobre as lentes e facetas de porcelana é que elas não alteram de cor ao longo do tempo. Por isso, são uma alternativa ao clareamento dental, quando este procedimento não é suficiente para atingir a tonalidade desejada.


Cuidados Necessários


Conhecendo as diferenças entre facetas e lentes de contato dentais, é importante destacar que a durabilidade e a estética destes materiais dependem de alguns cuidados no uso diário:


  • Escovar os dentes no mínimo três vezes ao dia, utilizando uma escova de cerdas macias e creme dental sem componentes abrasivos;

  • Uso diário de fio dental ou escova interdental para eliminar a placa bacteriana acumulada entre os dentes;

  • Evitar alimentos e bebidas que possam manchar ou desgastar as facetas ou lentes de contato, especialmente as de resina, como café, chá, vinho tinto, refrigerantes, alimentos açucarados ou ácidos;

  • Evitar hábitos como roer unhas, morder objetos ou mascar chicletes, que podem danificar as facetas ou lentes de contato;

  • Realizar visitas regulares ao dentista para avaliar a saúde bucal e fazer limpezas profissionais;

  • Utilizar protetores bucais em atividades esportivas de risco, a fim de evitar impactos que possam danificar as facetas ou lentes de contato.


Decidindo entre facetas e lentes de contato dentais, o que devo levar em conta?


A escolha entre facetas e lentes de contato dentais deve ser baseada em uma série de fatores, incluindo suas necessidades estéticas e de saúde bucal, a condição atual de seus dentes, suas preferências pessoais e seu orçamento.


Se você está considerando qualquer um desses tratamentos, é importante ter uma discussão aberta e honesta com seu dentista sobre suas expectativas e preocupações, assim como sobre os possíveis prós e contras de cada opção.


No HJB Odontologia, estamos comprometidos em ajudar você a fazer a melhor escolha para o seu sorriso. Se você está em Brasília (DF) e deseja mais informações sobre facetas e lentes de contato dentais, estamos à disposição para esclarecer suas dúvidas e orientá-lo na decisão mais adequada para seu caso. Agende uma consulta conosco e descubra como podemos transformar seu sorriso.

32 visualizações0 comentário
bottom of page