top of page
  • Equipe HJB

Um Guia Completo sobre Ortopedia: Entenda Tudo sobre o Trabalho do Médico Ortopedista

Atualizado: 27 de jul. de 2023


Neste artigo, faremos uma imersão completa no mundo da ortopedia. Uma especialidade médica complexa, que não apenas ajuda milhões de pessoas a se recuperarem de lesões, mas também desempenha um papel crucial na prevenção de várias condições médicas. Então, o que exatamente faz um médico ortopedista? Quando é necessário procurar um? E que tipo de exames ele pode pedir? Vamos descobrir!


Um mergulho na Ortopedia: Qual é a sua área de atuação?


A ortopedia é uma das muitas ramificações da medicina. Originária da Grécia Antiga, onde "orto" significa reto e "pedia" significa criança, a ortopedia inicialmente focava na correção de deformidades ósseas em crianças. No entanto, a especialidade evoluiu ao longo dos anos e hoje abrange o diagnóstico, tratamento, reabilitação e prevenção de uma vasta gama de condições que afetam nosso sistema musculoesquelético - ossos, articulações, ligamentos, tendões, músculos e nervos.


A ortopedia é um campo incrivelmente diversificado. Desde cuidar de condições crônicas como artrite e osteoporose até tratar lesões esportivas, fraturas e auxiliar na reabilitação de pacientes após cirurgias complexas, a ortopedia tem um papel essencial na manutenção de nossa saúde e bem-estar geral.


Desvendando o papel do Médico Ortopedista: O que ele trata?


Muitas pessoas associam ortopedistas apenas ao tratamento de fraturas ou lesões esportivas. Embora essas sejam áreas importantes, a atuação do médico ortopedista é muito mais ampla. Eles tratam uma variedade de condições, incluindo, mas não se limitando a:


Artrite e osteoartrite: são inflamações que podem ocorrer em qualquer articulação do corpo, causando dor e limitação dos movimentos. A osteoartrite, especificamente, é uma condição degenerativa que afeta a cartilagem das articulações, resultando em dor e rigidez.


Osteoporose: é uma doença que torna os ossos frágeis e mais suscetíveis a fraturas. É mais comum em mulheres após a menopausa, mas também pode afetar homens.


Hérnia de disco: é uma condição dolorosa que ocorre quando um disco intervertebral se desloca, comprimindo os nervos da coluna. Isso pode resultar em dor, formigamento ou fraqueza.


Tendinites e bursites: são inflamações que afetam os tendões (tendinite) e as bursas (bursite), pequenas bolsas cheias de líquido que funcionam como amortecedores entre os ossos e os tecidos moles.


Lesões esportivas: estas incluem uma ampla gama de condições que podem ocorrer durante a prática de esportes ou exercícios físicos, como entorses, distensões, fraturas e dislocações.


Deformidades congênitas: estas são condições presentes no nascimento que afetam a estrutura e a função do sistema musculoesquelético. Exemplos incluem pé torto e displasia do quadril.


Doenças degenerativas da coluna: estas incluem uma série de condições que resultam em desgaste gradual da coluna, incluindo estenose espinhal e espondilolistese.


Trauma e fraturas: o ortopedista é essencial no tratamento de fraturas ósseas e lesões traumáticas, ajudando a realinhar os ossos, facilitando a cicatrização e restaurando a função.


Identificando o Momento Certo: Quando se deve procurar um ortopedista?


A dor é um sinal de que algo não está certo no corpo. Se você está sentindo dor, inchaço, rigidez ou qualquer outro desconforto no seu sistema musculoesquelético, é um bom momento para procurar um ortopedista. Esta especialidade médica também é crucial se você teve uma lesão esportiva ou sofreu um acidente que afetou seus ossos, articulações, ligamentos, tendões ou músculos.


Além disso, se você tem uma condição médica crônica que afeta o seu sistema musculoesquelético, como artrite ou osteoporose, você provavelmente já está sob os cuidados de um ortopedista. Eles podem ajudá-lo a gerenciar sua condição e minimizar os sintomas.


Quais exames um ortopedista pode solicitar?


Dependendo do problema, o ortopedista pode solicitar uma série de exames para ajudar no diagnóstico e no planejamento do tratamento. Aqui estão alguns dos exames mais comuns que podem ser solicitados:


Raios-X: um dos exames mais comuns, os raios-X fornecem imagens detalhadas dos ossos e podem ajudar a identificar fraturas, artrite e outras condições ósseas.


Ressonância magnética: este exame detalhado pode ajudar a identificar problemas com os discos da coluna, tendões, músculos e outras estruturas.


Tomografia computadorizada: este exame de imagem pode fornecer uma visão mais detalhada dos ossos e outros tecidos.


Exames de sangue: certas condições, como artrite reumatoide, podem ser identificadas através de exames de sangue.


Artroscopia: neste procedimento minimamente invasivo, o médico insere uma pequena câmera no interior da articulação para obter uma visão detalhada e avaliar o problema.


Densitometria óssea: este exame específico é usado para diagnosticar a osteoporose e avaliar o risco de fraturas ósseas.


Quais são as subespecialidades em Ortopedia?


A ortopedia é um campo vasto, e alguns ortopedistas optam por se especializar em uma área específica para fornecer um cuidado ainda mais direcionado aos pacientes. Algumas das subespecialidades mais comuns incluem:


Ortopedia pediátrica: focada no tratamento de crianças, desde bebês até adolescentes.

Ortopedia esportiva: especializada em lesões e condições relacionadas ao esporte.

Cirurgia de mão: concentra-se em condições que afetam as mãos e os pulsos.

Cirurgia de ombro e cotovelo: foca em condições específicas dessas articulações.

Traumatologia: especializada em lesões traumáticas do sistema musculoesquelético.

Cirurgia de coluna: lida com condições que afetam a coluna vertebral.

Ortopedia oncológica: focada em tumores e neoplasias que afetam o sistema musculoesquelético.

Ortopedia e reumatologia: voltada para o tratamento de doenças reumáticas que afetam as articulações e os tecidos moles.


Conhecendo as doenças ortopédicas mais comuns


Como mencionado anteriormente, a ortopedia trata uma gama ampla de condições. Algumas das doenças ortopédicas mais comuns incluem:


Artrite: esta é uma das condições mais comuns que os ortopedistas tratam. Existem muitos tipos de artrite, incluindo osteoartrite, artrite reumatoide e artrite psoriásica.


Osteoporose: esta doença óssea metabólica resulta em ossos fracos e quebradiços. É mais comum em mulheres na pós-menopausa, mas também pode afetar homens.


Fraturas: quebras nos ossos podem ocorrer por vários motivos, incluindo traumas, quedas ou doenças ósseas.


Lesões esportivas: estas podem incluir uma ampla gama de condições, de entorses e distensões a fraturas e dislocações.


Hérnia de disco: esta condição dolorosa ocorre quando um dos discos que atuam como amortecedores entre as vértebras da coluna se desloca e comprime um nervo.


Tendinite: esta inflamação dos tendões pode ocorrer em qualquer parte do corpo, mas é mais comum em áreas como ombros, cotovelos, punhos, joelhos e calcanhares.


Qual é a diferença entre Traumatologia e Ortopedia?


Embora muitas vezes usadas de forma intercambiável, Ortopedia e Traumatologia são, de fato, duas especialidades distintas que se sobrepõem em muitas áreas. A Ortopedia, como discutido, lida com o diagnóstico e tratamento de condições do sistema musculoesquelético. Isso inclui uma variedade de condições, desde deformidades congênitas a doenças degenerativas como artrite e osteoporose.


A Traumatologia, por outro lado, é o ramo da medicina que se ocupa do estudo das lesões e traumas, principalmente aqueles que afetam o sistema musculoesquelético. Esses traumas podem ser o resultado de acidentes, quedas, impactos esportivos e outros eventos que resultam em danos físicos.


Em resumo, a ortopedia e a traumatologia são duas faces da mesma moeda. Ambas lidam com condições que afetam o sistema musculoesquelético, mas enquanto a ortopedia tem um escopo mais amplo e pode incluir o tratamento de condições crônicas e degenerativas, a traumatologia concentra-se principalmente no tratamento de lesões agudas e traumas.


Conclusão:


A ortopedia é um campo fascinante e diversificado que abrange o diagnóstico, tratamento, reabilitação e prevenção de uma série de condições que afetam nosso sistema musculoesquelético. Os ortopedistas desempenham um papel vital na melhoria da qualidade de vida de milhões de pessoas ao redor do mundo, permitindo que retomem suas atividades diárias sem dor ou desconforto.

Seja você um atleta profissional lidando com uma lesão, um idoso sofrendo de osteoporose, ou alguém vivendo com dor crônica, um ortopedista pode ajudá-lo a encontrar o caminho para a recuperação e a manter a sua mobilidade. Não hesite em procurar um ortopedista se você está sofrendo com qualquer condição que afeta seus ossos, articulações, tendões, ligamentos ou músculos.

Esperamos que este artigo tenha lhe dado uma visão completa do campo da ortopedia e do papel vital que os ortopedistas desempenham no cuidado da saúde. Não se esqueça de compartilhá-lo com seus amigos e familiares para que eles também possam aprender mais sobre esta especialidade médica fascinante!

Por fim, lembre-se que a informação é a chave para uma boa saúde. Entender mais sobre a ortopedia e suas diversas subespecialidades pode ajudá-lo a tomar decisões informadas sobre sua saúde e a encontrar o especialista certo para suas necessidades.



Palavras-chave: Ortopedia, médico ortopedista, saúde musculoesquelética, tratamento ortopédico, exames ortopédicos, subespecialidades em ortopedia, doenças ortopédicas, traumatologia, diferença entre ortopedia e traumatologia., médico em São Sebastião no Distrito Federal, Médico Jardim Botânico, Médicos Jardins Mangueiral, Consultório médico em São Sebastião

35 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page